Os últimos filmes que assisti: bons ou não #6

Essa lista de filmes só aumenta! Esse post já era pra ter sido postado, mas vieram algumas coisas antes. Desculpa, galera! HAHAHA Mas ó, era pra ter ido em Dezembro e tal, mas acabei adiando e só agora tá sendo postado. Enfim, o importante é que a listinha tá cheia como sempre (graças a Deus!). Vocês sabem que eu AMO assistir filme, então cheguei com mais uma listinha de filmes que podem ser legais ou não, pra indicar pra vocês! HAHA Alguns reassistidos, outros inéditos (pra mim) e ah, todos disponíveis no Netflix (eba!). Enfim, como o post costuma ser grande, não vou me prolongar muito aqui. Bora lá:

Amizade Desfeita: Confesso que só vi esse filme porque o trailer me chamou atenção. Fora isso, o filme é uma perda de tempo. De imediato parece bem tenso/suspense: uma menina se mata por sofrer bullying na escola depois de ter vazado um vídeo na internet em que ela aparece bêbada (e cagada nas calças). O filme é todo gravado numa conversa entre amigos pela webcam do notebook. O que eu acho o ERRO. Não suporto filme em que a própria pessoa se filma, sabe?! Enfim, daí do nada um estranho entra na conversa deles e começa a ameaça-los sobre o vídeo vazado. E eles logo começam a pensar que é alguma brincadeira idiota e do nada começa a morrer um por um e todos assistem através da webcam. Achei devagar/fraco porque fica só subtendido que é a menina morta que tá matando, mas não tem nenhuma explicação. Fiquei tipo (?).

A Babá: Já fui assistir esse filme sabendo que era comédia. É aquele filme no estilo de Todo Mundo em Pânico, sabe?! Então eu adorei! Tem umas piadinhas fora de hora, o que é legal porque descontrai um pouco. A fotografia é legal, os personagens foram bem construídos e a história é divertida. Um garoto é apaixonado pela sua babá até descobrir que ela é adoradora do diabo e precisa do sangue dele para um ritual. Daí começa a loucura. O garoto tenta fugir dela e de seus amigos que estão juntos. As mortes e os amigos da babá são engraçados e algumas mortes são naquele estilo exageradas! HAHA

Amor.com: Esse é um filme bem dessa época que estamos vivendo: a era da internet, de youtubers, bloggers, vloggers e etc. mas confesso que esperava mais do mesmo. Na verdade o filme se salva graças os personagens principais. Fora isso a história é bem fraquinha, além de clichê. Sei que quase nunca dá pra sair da mesmice, mas as vezes a mesmice cansa. É a história de uma youtuber que precisa de ajuda para que algumas fotos nuas não se espalhem na internet, daí ela pede ajuda para um rapaz que entende do assunto e automaticamente eles se apaixonam. Só que suas vidas são muito diferentes. Ela famosa e ele não (era) tão conhecido.

Então, a história se salva pela fotografia (belíssima), os atores e algumas piadas durante o filme. O mesmo não é ruim, mas não é imperdível. 😉

Perfeita é a Mãe: Toda vez que assisto algum filme com a Mila Kunis, penso o quanto queria ser essa mulher pra ser esposa de Ashton Kutcher (não me julguem!) HAHAHAHAHA. Enfim, faz um tempo que assisti esse filme, mas vale suuper a pena. É uma comédia pra família toda (parece aquelas propagandas de sessão da tarde), mas é verdade. E querendo ou não, reflete algo bem atual: uma mulher que tem tudo, porém tá cansada das atividades/vida doméstica, e vai atrás de algo que a se faça sentir bem e melhor. E no meio disso tem um monte de confusão e dilemas da vida adulta. Super recomendo! Ah, eu AMO a Kristen Bell. Sério, se você for assistir um filme e ela estiver no elenco, pode ir sem medo!

O lobo de Wall Street: Confesso que relutei muito pra assistir esse filme. Não por ser ruim, coisa que não é nenhum pouco. Mas porque era beeem longo! São 3 horas de filme intensas. O cara tem uma ideia brilhante de começar uma empresa praticamente do zero e fazer o negócio chover dinheiro! Ele cria a Stratton Oakmont, uma empresa que faz com que todos enriqueçam rapidamente e, também, levem uma vida dedicada ao prazer. O filme é simplesmente incrível e vale cada hora assistida. Ainda mais que é com Leonardo DiCaprio, então né…sem comentários. HAHA

Gênios do Crime: Esse filme é baseado em uma história real e é MUITO engraçado! Quem lembra do Zach Galifianakis em Se Beber Não Case, vai lembrar que só de olhar pra ele já dá vontade de rir. Sério. Quem me indicou esse filme foi papai e gente, MUITO engraçado. O cara é guarda noturno de uma companhia de carros blindados no sul dos Estados Unidos, é influenciado pela mulher que ele gosta e os amigos dela, e organizam um dos mais ousados assaltos a banco da história norte-americana. Mesmo sem ter experiência e contando com a ajuda dos colegas mais atrapalhados, eles conseguem roubar 17 milhões de dólares.

Um Olhar do Paraíso: Esse filme mexeu comigo de uma forma que nem sei explicar direito. Primeiro a revolta, pois é sobre a história de uma garota que é assassinada quando estava voltando para casa, por um cara que simplesmente quis matá-la. Simples assim. Depois senti uma tristeza profunda, pois infelizmente isso é uma fatalidade. O que me deixou mais intrigada, foi o fato do cara conseguir esconder esse crime horrível. Do tipo, tudo deu certo, sabe?! Com a menina está desaparecida, os pais não conseguem aceitar sua morte até que encontram seu gorro no meio de um milharal com algumas manchas de sangue. Enquanto tudo isso acontece, a menina, Susie, se encontra em um local entre o paraíso e o inferno, onde lá ela precisa lidar com o sentimento de vingança que nutre em relação a George (o assassino) e a vontade de ajudar sua família a superar o trauma de sua morte.

As Branquelas: Sem comentários pra esse filme, né? Acho que é a primeira vez que falo dele aqui no blog e gente, melhor filme EVER! É aquele tipo de filme que não enjoa e que toda uma geração sabe as falas. HAHAHA Depois de mais de uma década que ele foi lançado, o sucesso não sai de moda. Sério. Se vocês não sabem a história, o que eu acho difícil, fica aqui a sinopse para vocês:

Os irmãos Marcus (Marlon Wayans) e Kevin Copeland (Shawn Wayans) são detetives do FBI que estão com problemas no trabalho. A última investigação da dupla foi um grande fracasso e eles estão sob a ameaça de serem demitidos. Quando um plano para sequestrar as mimadas irmãs Brittany (Maitland Ward) e Tiffany Wilson (Anne Dudek) é descoberto, o caso é entregue aos principais rivais dos irmãos Copeland, os agentes Vincent Gomez (Eddie Velez) e Jack Harper (Lochlyn Munro). Para aumentar ainda mais a humilhação da dupla, eles são escalados para escoltar as jovens mimadas do aeroporto até o local de um evento pelo qual elas esperaram por meses. Porém no trajeto um acidente de carro provoca um verdadeiro desastre: enquanto uma das irmãs arranha o nariz, a outra corta o lábio. Desesperadas, elas se recusam a ir ao evento. É quando,para salvar o emprego, Marcus e Kevin decidem por assumir as identidades das irmãs.

Sinopse tirada do Adoro Cinema

E aí, qual desses vocês ainda não assistiram? Ou já assistiram todos? Me conta nos comentários!

Me encontre: Twitter | Instagram | Youtube | Facebook

Comente com Facebook
Marina Alessandra

Marina Alessandra

Colecionadora de sonhos, estudante de Psicologia e dona desse blog aqui. Amante de música boa, fotografia e pela escrita, compartilha tudo que acontece no seu dia a dia através de suas redes sociais e pelo blog em forma de postagens e vídeos. Gosta de abraços apertados e atualmente está em um relacionamento sério com a Netflix e uma panela de brigadeiro.
Marina Alessandra

2 comments

  1. Eu assisti a Baba, perfeita é a mãe, Um olhar do paraíso e as branquelas, gostei muito de todos. Uma coisa que odiei em um olhar no paraíso foi que o caro conseguiu sumir com o corpo dela, tipo ninguém vai saber que ele jogou ela lá.
    Charme-se

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *