Eu quero um amor de verdade

Criada a base de contos de fadas e comédias românticas, eu cresci assim, meio viciada na ideia de que amor de verdade, é pra valer a pena, tem que ser qualquer coisa assim meio absurda. 

Cai na besteira de acreditar que a vida real é igual a vida dos livros, mas isso não acontece. Tem lá suas exceções, mas não ponho toda minha ilusão nisso. Os homens, podem até fazer algumas loucuras, mas não com tanta frequência.

Não vou mais me iludir demais, evita quebrar muitas vezes a cara. Me cansei de ver mulheres que encontram os amores de sua vida e são surpreendidas por atitudes românticas de homens tão apaixonados, que um segundo sem suas amadas era como morrer. Então comecei a sentir que meu ‘príncipe’ não estava fazendo muita coisa por mim, e comecei a exigir isso. O que foi horrível pra ele, que quase não entendeu nada.

Não quero um amor de cinema. Quero um amor de gelar a barriga, de perder o controle, de tremer as pernas. Não quero um amor de filme, quero um amor de verdade, mas além disso, quero que esse amor seja pra sempre.

Oi meus amores, gostaram do texto? Espero que sim! =) Onw gente, me desculpem postar tão ‘tarde’, mas é que ando meio ocupada e é o único tempo que tenho. E sem falar que aqui em casa estamos sem computador, ai só tem o notebook e eu tenho mais dois irmãos. Ai vocês imaginam como é difícil arranjar um tempo. Mas enfim, comentem, quero saber a opinião de vocês sobre meu pequeno texto. Ah gente, e só lembrando, as coisas que eu escrevo aqui, as vezes são o que eu sinto, mas outras não. Outras são só pra vocês mesmo. Beijo :*

Comente com Facebook
Marina Alessandra

Marina Alessandra

Colecionadora de sonhos, estudante de Psicologia e dona desse blog aqui. Amante de música boa, fotografia e pela escrita, compartilha tudo que acontece no seu dia a dia através de suas redes sociais e pelo blog em forma de postagens e vídeos. Gosta de abraços apertados e atualmente está em um relacionamento sério com a Netflix e uma panela de brigadeiro.
Marina Alessandra

  1. Oi anjo, primeira vez aqui, adorei o seu cantinho e já estou seguindo!
    Sabe qual é o problema de ser super romântica, pelo menos na minha visão, é que muitas vezes as pessoas esquecem que um eu te amo é uma frase forte demais para ser jogada aos ventos, e quando nós (românticas) falamos é porque sentimos, e é horrivel sofrer por amor né?
    bjbj http://viceveersa.blogspot.com.br/

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *