Deve ser difícil namorar uma mulher tão independente assim

Ela nunca precisou que você carregasse a bolsa pra ela e muito menos que a acompanhasse nas festas. Ela não pede que você mude e nem que carregue seus sapatos quando seus pés não aguentam mais os saltos. Ela não quer que você deixe de sair com seus amigos e muito menos impeça você de conversar com mulheres. Ela não se importa com suas chegadas tarde em casa e também não liga de você não mandar mensagens a toda hora. Ela não quer que você deixe de viver sua vida pra viver a dela. Ela não te obriga a estar em todos os jantares especiais que os pais dela fazem, até porque são muitos e nem ela suporta, e ela também não faz questão que você a busque em casa. Ela sabe a hora de ser séria e as coisas que deveria cobrar. Ela é autoconfiante e se garante em meio a tanto rabo de saia que você vê e ela finge que nem percebeu sua virada de pescoço. Ela não liga pros seus amigos que falam dela pelas costas e muito menos dá atenção a menina que não se valoriza o suficiente pra dar em cima do seu namorado. Ela se garante. Ela é mais ela. E por ser mais ela, ela não escolhe estar com você, você é que escolhe estar com ela. Ela pode ter os caras que quiser nas mãos e por incrível que pareça, ela ainda escolhe você. Ela não é burra, muito menos trouxa, ela é muito mais macho que o próprio namorado. E em meio a tudo isso, é ele quem sofre quando ela age assim. Ele que sabe o que vai perder. Então ele procura não vacilar mais. Ele sabe que no dia que ela disser “não”, aquilo vai acabar. Então ele chora, recua, abraça e beija. Ele sabe o quanto é difícil namorar uma mulher assim. Uma mulher que tem sempre a cabeça erguida e não faz intriga por qualquer coisa. Uma mulher que tá sempre do seu lado e se importa com o seu bem estar. Então ele liga todas as noites e diz uma mensagem de boa noite. Acha que sabe que não pode perde-la. Mas no fundo, seu coração tá lá, batendo o quanto pode, achando que vai ser pra sempre. Pra sempre até não dar mais. Ela que decide. Não sei. Deve ser difícil namorar uma mulher tão independente assim.

Comente com Facebook
Marina Alessandra

Marina Alessandra

Colecionadora de sonhos, estudante de Psicologia e dona desse blog aqui. Amante de música boa, fotografia e pela escrita, compartilha tudo que acontece no seu dia a dia através de suas redes sociais e pelo blog em forma de postagens e vídeos. Gosta de abraços apertados e atualmente está em um relacionamento sério com a Netflix e uma panela de brigadeiro.
Marina Alessandra

Últimos posts por Marina Alessandra (exibir todos)

16 comments

  1. Adorei! Acho que me descreveu em questão de relacionamento. Me sinto até meio otária as vezes, mas sei que é o certo, e quando ele deixa de falar comigo, eu literalmente cago, não to nem aí, nem procuro, aí posso até passar por coração de gelo e os cacete, mas nem ligo, real. Só corro atrás de quem merece, haha!

    Beijos!

  2. Não acho que uma mulher assim seja confiante e tudo mais, acho que se fosse estaria com um cara que soubesse dar valor, que fizesse questão de fazer tudo isso que ela diz a si mesma não fazer questão; Eu vejo uma mulher assim muito mais como alguém dependente do cara, que fica aturando tudo, inclusive a ausência dele e as “viradas de pescoço”; E não acho que deve ser difícil namorar uma submissa, pelo contrário, o cara pode não buscar ela em casa, não ir nos jantares da família, não mandar mensagem, ficar olhando pra outras mulheres, resumindo, ser um bosta, e ela vai continuar ali de boas, sem nem reclamar, á disposição do macho… Eu não conseguiria ser tão tolerante assim kk Mas adorei o texto, super bem escrito, ficou ótimo!
    http://www.espacegirl.com

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *